1ª FAMTOUR Magé atingiu seus objetivos

Duque de Caxias, 20 – 03 – 2024

Dia 16 de Março foi um sábado de forte calor gerado pelo sol e pelas pessoas que compareceram à 1ª FAMTOUR Magé!
Artesãos, empreendedores sociais e trabalhadores rurais mostraram suas experiências em Turismo de Base Comunitária no território.

Contamos com a presença de funcionários da Secretaria de Turismo de Magé que apoiou essa iniciativa, Guias de Turismo e integrantes do Museu Vivo de Agroecologia e do Fórum de Economia Solidária, ambos de Magé. Um detalhe que chamou a atenção: o prato baião de dois servido pela Dona Juju, recebeu muitos elogios!
Nesse mesmo dia, a equipe do PescaTur apresentou o Mapa TBC de Magé e todos os participantes receberam uma cópia do coordenador da Oscip Trama Ecológica, Helan Nogueira. Para ele, a 1ª FAMTOUR Magé ” atingiu o objetivo que era mostrar o potencial dos nossos empreendedores na perspectiva do TBC!”

A OSCIP Trama Ecológica agradece o apoio do
FUNBIO
Secretaria de Turismo da Prefeitura Municipal de Magé
Fórum de Economia Solidária de Magé
Movimento Baía Viva

Fotos Claudio Fagundes

Conheça a Rede Nós da Guanabara no #2 podcast TBC na BG

Duque de Caxias, 01 – 03 – 2024

No #2 podcast “TBC na BG” contamos com as participações da liderança quilombola Valdirene Couto e do presidente da Cooperativa Manguezal Fluminense, Alaildo Malafaia, falando sobre a Rede Nós da Guanabara, projeto iniciado em 2018.
O podcast “TBC na BG” foi criado para as comunidades de pescadores e pescadoras artesanais que vivem na costeira na Baía da Guanabara e faz parte do subprojeto de Turismo de Base Comunitária, PescaTur, que acontece nos municípios Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Magé, Niterói e Rio de Janeiro. Ele pretende fomentar o Turismo local como forma alternativa de sustentabilidade nas comunidades pesqueiras.

É um projeto de Capacitação e Qualificação Profissional de Comunidades Pesqueiras em Turismo de Base Comunitária e Cidadania na Baía de Guanabara, é coordenado pela Oscip Trama Ecológica e conta com a orientação pedagógica de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ, com o apoio técnico do Movimento Baía Viva. Ele foi aprovado no edital promovido pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – FUNBIO, sendo uma obrigação de natureza compensatória prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC Frade), celebrado entre a empresa PRIO e o Ministério Público Federal/RJ, com a interveniência da Agência Nacional de Petróleo – ANP e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA.


Curta e compartilhe com os seus amigos!

O sabor de uma oficina

Duque de Caxias, 20 – 02 – 2024

Nos dias 6 e 7 de Fevereiro aconteceu no Lar Fabiano de Cristo – Casa de Mãe Morocas, em Duque de Caxias, a Oficina de Boas Práticas e Beneficiamento Artesanal do Pescado.

Mais de 20 mulheres participaram das aulas ministradas pelo professor Carlos Eduardo de Freitas Guimarães Filho, médico veterinário ligado à Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro, FIPERJ, responsável pelo conteúdo pedagógico do curso. Além das informações sobre higiene e conservação no processamento do pescado, as participantes prepararam pratos e acepipes com o a carne da tilápia oferecida para a criação de kibes, nuggets, rocamboles, linguiças, almôndegas e croquetes.

O resultado da oficina foi saboreado pelas participantes e as equipes da FIPERJ, Lar Fabiano de Cristo – Casa de Mãe Morocas e Trama Ecológica, recebendo muitos elogios sobre a qualidade e a diversidade de possibilidades gastronômicas da carne do pescado.

O PescaTur, projeto de Capacitação e Qualificação Profissional de Comunidades Pesqueiras em Turismo de Base Comunitária e Cidadania na Baía de Guanabara, é coordenado pela Oscip Trama Ecológica e conta com a orientação pedagógica de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ, com o apoio técnico do Movimento Baía Viva. Ele foi foi aprovado no edital promovido pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – FUNBIO, sendo uma obrigação de natureza compensatória prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC Frade), celebrado entre a empresa PRIO e o Ministério Público Federal/RJ, com a interveniência da Agência Nacional de Petróleo – ANP e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA.

Fotos Claudio Fagundes

Venha para a 1ª FAMTOUR Magé!

Duque de Caxias, 16 – 02 – 2024

Famtours são espaços de familiarização, onde os agentes de viagens são convidados a conhecer os produtos e serviços turísticos de um destino. Dessa forma, o agente de viagens saberá indicar um produto ou um serviço com propriedade. O contato do agente de viagens com os empreendimentos do destino visitado permitirá que ele viva a experiência de estar no destino e conheça tudo o que ele pode oferecer ao turista. Quando seus clientes procurarem o destino, será muito mais fácil vendê-lo.

Vale lembrar que o agente de viagens continua sendo um importante canal de vendas do setor de turismo, e é uma forma de divulgação muito direcionada do negócio.

A 1ª FAMTOUR Magé tem como objetivo aproximar os profissionais e empreendedores de Magé e região para que possam ampliar o leque de possibilidades de roteiros turísticos no território. É o momento do encontro dos fazedores de Turismo de Base Comunitária que participaram do Curso e das oficinas do projeto PescaTur, com os profissionais da área do Turismo.

Além disso, haverá o lançamento do Mapa com os serviços prestados pela comunidade até os bens de valor histórico, cultural e ecológico de Magé.

Data 16/03/2024 (sábado)
Horário: 9h às 16h
Local: Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade
Av. Padre Anchieta, 256 – Centro, Magé – RJ.

Contato telefônico: (21) 97233-2555
E-mail: pescatur.tramaecologica2022@gmail.com

PescaTur oferece a Oficina de Boas Práticas e Beneficiamento Artesanal do Pescado em Duque de Caxias

Duque de Caxias, 2 – 02 – 2024

Acontece nos dias 6 e 7 de Fevereiro, no Lar Fabiano de Cristo – Casa de Mãe Morocas, em Duque de Caxias, a Oficina de Boas Práticas e Beneficiamento Artesanal do Pescado. Com o apoio da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ), a oficina oferecerá informações sobre higiene e conservação por meio do processamento do pescado para prolongar a a vida útil da matéria-prima, e assim ampliar a sustentabilidade das famílias dos pescadores artesanais.

O PescaTur, projeto de Capacitação e Qualificação Profissional de Comunidades Pesqueiras em Turismo de Base Comunitária e Cidadania na Baía de Guanabara, é coordenado pela Oscip Trama Ecológica e conta com a orientação pedagógica de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ, com o apoio técnico do Movimento Baía Viva. Ele foi foi aprovado no edital promovido pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – FUNBIO, sendo uma obrigação de natureza compensatória prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC Frade), celebrado entre a empresa PRIO e o Ministério Público Federal/RJ, com a interveniência da Agência Nacional de Petróleo – ANP e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA.

Representação da Oscip Trama Ecológica na Conferência Nacional de Educação 2024

Duque de Caxias, 31 – 01 – 2024

A profa. Jacqueline Guerreiro, educadora ambiental da Oscip Trama Ecológica, participou da Conferência Nacional de Educação, que aconteceu nos 28 a 30 de Janeiro, em Brasília, nas discussões do Eixo VII contribuindo para as estratégias de Educação Ambiental no Plano Nacional de Educação 2024- 2034.

Nos diálogos dos Colóquios anteriores às Plenárias dos Eixos tivemos a oportunidade de relatar um pouco sobre as ações da Trama Ecológica.

TBC na BG #1

Duque de Caxias, 29 – 01 – 2024

Alô comunidades de pescadores e pescadoras artesanais que vivem na costeira na Baía da Guanabara, o projeto PescaTur apresenta o podcast “TBC na BG” #1 !


Nesse podcast, contamos com as participações dos pescadores da Associação de Pescadores e Pescadoras Artesanais da Reserva Extrativista de Itaipu e da Lagoa de Itaipu (APPREILI), Jairo Augusto e Valéria Araújo, comentando sobre as expectativas da implementação do Turismo de Base Comunitária (TBC) nessa região de Niterói, RJ.

O podcast “TBC na BG” faz parte do subprojeto de Turismo de Base Comunitária, PescaTur, que acontece nos municípios Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Magé, Niterói e Rio de Janeiro, e pretende fomentar o Turismo local como forma alternativa de sustentabilidade nas comunidades pesqueiras.

Link do podcast “TBC na BG”:
https://www.youtube.com/watch?v=k1pwb9pDNhA

O projeto PescaTur é coordenado pela Oscip Trama Ecológica e conta com recursos do Fundo Brasileiro para Biodiversidade, o FUNBIO. A coordenação pedagógica do projeto está a cargo de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ e conta com o apoio técnico do Movimento Baía Viva.


O curso EAD sobre o Turismo de Base Comunitária está disponível na aba CURSOS, neste site!
Curta e compartilhe com os seus amigos!

Projeto PescaTur disponibiliza curso EAD no site da OSCIP Trama Ecológica

Duque de Caxias, 15 – 01 – 2024

Boa notícia para quem quer saber mais sobre o Turismo de Base Comunitária, o TBC: o site da Oscip Trama Ecológica está disponibilizando as aulas sobre essa modalidade de Turismo.

O Turismo de Base Comunitária é um tipo de turismo no qual a comunidade organiza e presta serviços para os visitantes. Ele tem por finalidade a geração de benefícios econômicos, a promoção do desenvolvimento social dos moradores e a conservação do Meio Ambiente.

A Oscip Trama Ecológica teve o projeto de Turismo de Base Comunitária, PescaTur, aprovado em 2023, pelo Fundo Brasileiro para Biodiversidade, FUNBIO, e trabalhou nas comunidades pesqueiras do entorno da Baía de Guanabara fomentando o Turismo local.

As 15 aulas de Ensino à Distância, EAD, do curso PescaTur sobre TBC, tem a coordenação pedagógica do projeto a cargo de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ e o apoio técnico do Movimento Baía Viva.

A boa notícia é que a Oscip Trama Ecológica está disponibilizando no sue site as aulas que tratam de Educação Ambiental, Estratégias de Comercialização, Gestão Contábil e Financeira, estratégias de Comunicação e Apoio às Mídias Sociais e, naturalmente, sobre o que é e como implementar o Turismo de Base Comunitária.

Vale a pena conhecer sobre o TBC e iniciar o ano de 2024 com novas perspectivas de trabalho. Segue o link: https://tramaecologica.org.br/?page_id=1223

Dezembro é a época da solidariedade e a OSCIP Trama Ecológica precisa de Parceiros Solidários!

Duque de Caxias, 12 – 12 – 2023

A OSCIP Trama Ecológica convida você a ser o nosso Parceiro Solidário em 2024. Com 1 real por dia você pode ajudar a Trama Ecológica a manter atividades como práticas de Leitura, inclusão digital, reforço escolar, esporte, lazer, dança e artesanato para crianças, adolescentes e jovens em risco social de Duque de Caxias.

Nesse ano, a OSCIP Trama Ecológica realizou inúmeras ações na Baixada Fluminense na área da Educação Ambiental, Sustentabilidade, Economia Solidária, Turismo de Base Comunitária com adultos e jovens nos seus territóios. Queremos contar com a sua ajuda para manter esse trabalho continuado na Campanha Trama Ecológica – Parceiros Solidários.

A TRAMA ECOLÓGICA é uma O.S.C.I.P. – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sem fins lucrativos, fundada em 13 de maio de 2007, de caráter socioambiental, sem discriminação de raça, cor, gênero, religião, nacionalidade ou opção político-partidária, com sede na rua Walter Scott lt 3, quadra 27, Campos Elíseos, Duque de Caxias, Rio de Janeiro.

Nossa missão é identificar e difundir as melhores práticas, individuais e coletivas, de promoção humana, ambiental e social, para fortalecer o processo de afirmação da identidade das comunidades. Que tal dar esse presente coletivo?

Link da Campanha Parceiros Solidários: https://benfeitoria.com/projeto/tramaecologica

Quer ajudar com outras formas de contribuição ou com valores maiores entre em contato conosco:
contato@tramecológica.org.br

Sua contribuição pode mudar a vida de muitas pessoas!

Ferramentas do Turismo de Base Comunitária

Duque de Caxias, 05 – 12 – 2023

A equipe do projeto PescaTur organizou junto à Associação de Pescadores e Pescadoras da Reserva Extrativista de Itaipu e Lagoa de Itaipu, APPREILI, uma Oficina de Comunicação, ministrada pela comunicadora Thereza Dantas, na manhã dessa segunda-feira, dia 4 de Dezembro, no salão cedido gentilmente pela Pousada Dunas de Itaipu, em Niterói.

Para quem não sabe, a área da Laguna de Itaipu possui condições ambientais preservadas por fazer parte da Reserva Extrativista (RESEX) Marinha de Itaipu, criada pelo Decreto Estadual n° 44.417, de 30 de setembro de 2013, e por estar ao lado do Parque Estadual da Serra da Tiririca, criado pela Lei Estadual 1 901, de 29 de novembro de 1991, e que abrange os municípios de Niterói, São Gonçalo e Maricá.

Nesse cenário, a Oficina de Comunicação veio para reforçar o trabalho do Curso EAD PescaTur de Turismo de Base Comunitária, TBC, junto aos pescadores, pescadoras e seus familiares no território. Na oficina, os participantes debateram sobre a necessidade de como comunicar os projetos e trabalhos dos moradores tendo sempre o cuidado para manter a qualidade de vida das comunidades tradicionais e o respeito com o Meio Ambiente. Segundo os participantes, Educação Ambiental e Comunicação podem ser boas ferramentas para informar como praticar o turismo sem destruir o Meio Ambiente e a vida dos pescadores artesanais em suas comunidades.

O PescaTur, projeto de Capacitação e Qualificação Profissional de Comunidades Pesqueiras em Turismo de Base Comunitária e Cidadania na Baía de Guanabara, é coordenado pela Oscip Trama Ecológica e conta com a orientação pedagógica de professores/pesquisadores das universidades públicas UniRio e UERJ, com o apoio técnico do Movimento Baía Viva.

Fotos de Claudio Fagundes